sexta-feira, 12 de outubro de 2007

Combate às alterações climáticas motivam distinção

Do Expresso online tirei uma parte disto:
"Al Gore e ONU recebem Nobel da Paz

O trabalho desenvolvido por ambos na divulgação das alterações climáticas resultantes da intervenção humana levaram o Comité Nobel a dar o prémio conjunto.

Depois de perder as eleições, Al Gore virou-se para as questões ambientais. Em 2006 lançou o polémico documentário "Uma Verdade Inconveniente", com o qual seguiu a sua luta para travar o aquecimento global, tentando impor o problema, não como uma questão política, mas sim como um desafio global para a Humanidade. O documentário rendeu-lhe um Óscar.
Este ano, Al Gore lançou ainda o livro "O Ataque à Razão", onde critica a administração de Bush pela guerra enganosa no Iraque, pela espionagem telefónica ilegal e pela recusa em abraçar causas ambientais, como o combate ao aquecimento global. No livro, o ex-vice-presidente dos Estados Unidos, instiga também a população norte-americana a reagir contra as decisões tomadas pelo actual presidente, reforçando que a "democracia do país corre perigo"."

Será que agora os americanos já se arrependeram de quem escolheram para presidente? DUAS VEZES!?!? O actual é mais digno de prémios Golden Raspberry e Ig Nobel.

Sem comentários: