quarta-feira, 12 de março de 2008

As crianças

São a coisa mais importante no mundo, são lindas, adoráveis, yadayadaada...
Tive de aturar um grupo de 5 crianças numa actividade durante um dia onde um total de 50 da mesma espécie, com idades entre 11 e 13, estavam a proceder a essa mesma actividade. Pronto, eu explico. Hoje foi o young scientist day lá na empresa. Tal significa que as escolas da zona são convidadas a virem com alguns alunos e os seus projectos científicos. Não só apresentam o que fizeram como são desafiados a uma actividade em que, no caso deste ano, tinham de separar areia, de gravilha, de pregos, de pedacinhos de plástico. Tinham ao seu dispor uma série de materiais mas não estavam autorizados a usar as pistolas de cola ou o Black&Decker (ou seja, tínhamos de ser nós a fazer isso). Como tal, estive bastante ocupada, desde preparar os goody-bags, cortar piza, cortar madeira, colar pauzinhos de gelado a arrastar a mobília para arranjar espaço para as pessoas, fiz um pouco de tudo.
Todos sairam a ganhar, pois cada aluno recebeu o seu goody-bag (1 caneca, 1 caneta, 1 balão) e um certificado de participação, cada escola recebeu dinheiro para o clube de ciência, os 3 melhores projectos científicos e o melhor resultado da actividade também receberam prémios.
Claro que houve vantagens: tive a hipótese de estar ali mesmo ao lado do director da empresa, secção UK&IRE, tirar fotos com o Cão, o Cedric, que ali esteve calminho enquanto toda a gente lhe tirava fotos e tive direito a um goody-bag. Contudo, estive de pé a maior parte do tempo e cheguei a casa tão cansada que me deitei a descansar e adormeci!! Acordei às 10, o que é perfeito porque estou em processo de acordar enquanto vejo um pouco do Gordon e às 10.35 vejo o meu darling Dexter.
P.S.:Eu admito, não sou grande fã de crianças, especialmente se fazem muito barulho e se se mexem muito; a razão pela qual aceitei isto no início é-me um pouco desconhecida, mas acho que teve a ver com o facto de poder conhecer o cão. Mesmo assim tive sorte, sairam-me umas calminhas! Infelizmente não ganharam nada, mas também não me pareceram lá muito inteligentes (sorry, but true).

1 comentário:

Rafeiro Perfumado disse...

As crianças, por natureza, mexem-se e fazem barulho, jove. Mas aceito que prefiras um cão... ;)