domingo, 27 de julho de 2008

Alô Blogolândia!

Daqui, Restelo na sua casa nova-super-linda-cheia de luz. Eu postava fotos, mas não encontro o cabo da máquina para o poder fazer. Também não o procurei muito, a emoção de estar aqui apoderou-se da minha pessoa. Ontem não postei nada porque não conseguia aceder ao mail/blog ou qualquer coisa que necessitasse de password. Não me perguntem porquê, eu não percebo nada de computadores e os seus eteceteras. Contudo tenho uma teoria!! Em Langley normalmente tinha 2 ou 3 pauzinhos de rede (pois, eu tenho daquelas coisas móveis), aqui tenho sempre 5 em 5! Eu acho que o meu Tobisha ficou baralhado com tanta rede, coitadinho, já tem 4 aninhos e meio...
Quanto às mudanças, só tenho a dizer: um Vauxhall (aka Opel) Corsa tem bastante mais espaço que aquilo que aparenta à primeira vista!! Incrivelmente toda a minha tralha (mais 3 sacos de uma amiga minha que volta hoje do Sri Lanka e vem cá buscá-los) coube no carro com os bancos de trás rebatidos. Enquanto estava tudo em malas e sacos eu só me perguntava: 1- como é que eu tinha conseguido juntar tanta coisa em tão curto espaço de tempo; 2-como é que eu conseguia ter tudo naquele studio; 3-como é que eu ia arrumar tudo na casa nova tendo em conta que só tinha 1 micro-roupeiro enquanto naquela tinha 2 grandes. A verdade é que, como qualquer Mission Impossible que se preze, fui bem sucedida e está tudo cá e praticamente tudo arrumado. Sou capaz de arranjar umas gavetas ou qualquer coisa, para organizar melhor. Tive de optar por ter algumas coisas (especialmente casacos) de Inverno, guardados numa mala. Até ao Inverno de certeza que arranjo a arrumação extra e ficará tudo bem.

Ah, é verdade! Quase me esquecia!! Ontem, no fim de tirar tudo lá de dentro o senhorio foi "fazer a inspecção", disse que estava tudo bem (ah pois claro que estava, AI DELE) e perguntou-me "tu gostaste da tua estadia aqui, não gostaste; não tiveste problemas nenhuns pois não? Era é longe do teu emprego, não é". Ia-me saltado a tampa!! Respondi um sim sumindo e saí dali para fora, não estava para me chatear e tinha comida congelada no carro no dia mais quente do ano (sim, eu sei mesmo escolhê-los). Claro que a minha vontade era de lhe dizer: "de bicicleta só levo 15min, por isso a distância não é o maior dos problemas. Agora uma caldeira que não funciona e um rato, isso sim, são problemas!! O futon que é desconfortável e me dá dores nas costas, isso é um verdadeiro problema". Outros defeitos que encontrei na casa foi o facto de ser muito escura, não apanhava sol directo o que a tornava triste. Incrível como, por exemplo, ontem que estava tanto sol, eram 11 da manhã e eu tive de acender as luzes da sala... Ao meu ex-senhorio só tenho a dizer: Hasta la vista, baby!

Mas não vale a pena falar mais daquela casa, são águas passadas, agora é pensar que estou numa nova fase da minha vida. Mudei para uma casa melhor e estou, pela primeira vez na minha vida, a partilhar uma casa com outra pessoa. Eu já o conhecia lá do trabalho, ele é um francês muito simpático (agora é que estes posts ficam realmente bem classificados como L'Auberge Espagnole) e parecia-me uma pessoa organizada e com que me veria a dividir uma casa. Também vinha bem referenciado pela anterior flatmate que também trabalhava lá na empresa e que só saiu porque teve um convite para ir para Dublin. Agora ainda é uma grande confusão para o meu cérebro que está em processo de habituação de falar francês em casa, mas chego lá rapidamente. Não tenho de falar francês com ele, mas visto que vivi 10 meses em França e sei falar bastante bem, só tenho a ganhar em falar com ele na sua língua-mãe pois também é uma maneira de eu não me esquecer aquilo que aprendi. Claro que às vezes estou distraída e falo-lhe em inglês ao qual ele responde em inglês e só quando me apercebo e troco é que ele troca também. Ele só pede é que eu não lhe fale em Português que isso é que ele, de facto, não fala.

5 comentários:

Lua disse...

Boa sorte com tudo!

Uma casa com sol faz toda, toda a diferença :)

Argonauta disse...

São só coisas boas! Parabéns pela mudança e boa sorte! :)

Cromossoma X disse...

:) boa sorte!!
na vida é preciso ter sorte, mas eu acredito que a sorte faz-se! Um beijinho,

Sonia

Restelo disse...

Sónia: concordo! Não podemos esperar que tudo nos caia do céu!

Thunderlady disse...

A ver se é desta :)

Porque é que não ensinas o francês a falar português?

**