segunda-feira, 4 de agosto de 2008

Poema da TRETA

Egoísta, que insista
em ter o quer, o que puder
sem pensar, sem preocupar
sem lamentar, sem chorar
Saber prever
dom sem tom
não é crente, não é gente
Solidão, escuridão
contudo sem nada
individualista, egoísta!

2 comentários:

Rui disse...

Das três vezes que li o teu poema da treta, tirei três conclusões diferentes. A primeira foi "Não. Isto não funciona ler na diagonal. Vou ter mesmo que ler tudo". A segunda foi "WTF?!". A terceira já foi mais profunda.

Luazinha disse...

Olha sabes o que te digo???
É uma treta cheia de verdade...
Kiss Kiss