quinta-feira, 29 de janeiro de 2009

Única

Até agora, ou melhor, desde Julho do ano passado, era a única portuguesa aqui no meu trabalho.
E conjugo o verbo no passado porque desde segunda-feira que está começou a trabalhar um rapaz que também vem do rectângulo à beira-mar pasmado, perdão, plantado!

Conto aqui a história dele porque poucos têm coragem de fazer o que ele fez, ou seja, mudar-se de armas e bagagens para outro país sem a segurança de um emprego à espera. Não que ele seja um caso único! É um facto que ele em Portugal estava desempregado desde que tinha terminado o curso. Mas lá dentro sabia que se viesse para cá, que encontraria algo. Porque apesar da crise, trabalho especializado haverá sempre!

A verdade é que eu, que apesar de ter um emprego em PT estava extremamente descontente com o mesmo, nunca tive a coragem de fazer isto. De vir de mãos a abanar para um país, sem "rede", sem certezas, sem nada...

19 comentários:

nes disse...

acho que a necessidade além de aguçar o engenho, também aguça a coragem!

Werinha disse...

admiro pessoas corajozas!!EU AXO K NÃO CONSEGUIA....ir para outro país...assim ás cegas

cadu1981 disse...

corajoso... eu tive oportunidade de ir, e nao fui a medo...
mas tb tenho um work solido, mas é trabalho da caca, e cada vez sinto mais necessidade de fazer isso...

mas a miuda, pa... a miuda.......

Restelo disse...

Cadu, no meu caso "a miúda (já com contrato assinado)" veio e o miúdo (como não arranjou nada), não...
Hoje somos 2 e não 1, por isso pensa bem nisso!

Alguém disse...

Realmente foi um tiro no escuro mas quando se quer alguma coisa, pronto, é lutar. E ele lá o fez! É mesmo de louvar :)

bela disse...

É preciso ter mt coragem msm. Eu acho que não conseguia.

cadu1981 disse...

eu tive varias oportunidades tb de ir... varias entrevistas, mas no fim talvez tivesse medo nao sei...

Wask disse...

parabens para ele. fez exactamene o mesmo que eu, embora eu tivesse emprego estavel e despedi-me para vir ao escuro para Londres procurar algo melhor.

cadu1981 disse...

WASk isso é ainda pior...

Restelo disse...

acho que só demonstra mais coragem!

Joana Alves disse...

Também quero ir!

Ainda vou comprar um bilhete só de ida!

E coragem eu tenho!!! :)

Marshmallow disse...

O meu bisavô emigrou para o Brasil e para a Africa do Sul. Naqueles tempos a viagem era feita de barco e demorava vários dias. Não falava inglês, não havia emails, messenger, skype ou facebook.
Risco? Só me arrependo de não ter vindo mais cedo!

Noiva Judia disse...

E eu estou prestes a fazer o mesmo, agora que me abriram a porta da rua...

Breaking disse...

Cheguei à 3 meses e tal como já aqui disseram só me arrependo de não ter vindo mais cedo.

Estava desempregada desde Junho, despedi-me... e em Outubro vim à aventura na certeza de que encontraria oportunidades que em PT me recusavam!

É um grande salto, uma grande aventura... tive a sorte de ter amigos que me receberam em casa e assim o primeiro mês foi mais seguro!

3 meses depois... tenho trabalho, vivo já pela minha conta e risco e estou a adorar a experiência!!!

:))

Kitty disse...

Estou tão cansada do tema "trabalho e Reino Unido" que nem vos conto a minha experiência para não vos deixar em lágrimas aqui.

Já agora Restelo, n resisti e vim espreitar :) ihihih

Gi disse...

Tenho impressão, quase a certeza, que os rapazes, na sua maioria, são mais aventureiros que as raparigas, devido a uma série de coisas. ;)

jojo disse...

Eu fui mais ou menos assim para Londres.
Foi uma grande aventura!

Sofia disse...

Eu despedi-me e vim! E esta aventura até nem tem corrido mal =)

cadu1981 disse...

claro que para algumas pessoas na corre bem..

http://crisnu.blogspot.com/