sexta-feira, 14 de agosto de 2009

Indecisões

Não sei o que quero
Não sei o que sinto

4 comentários:

Humpfing disse...

Ora aqui estão algumas coisas frases interessantes... que reconheço...
Quando dizes "não sei o que quero" e "não sei o que sinto", e pelo que li (pois sou um mero passageiro que divaga por alguns blogues em busca "não sei bem do quê")... sabes sim. Sabes. Muito bem. e a indecisão residirá numa pergunta mais concisa?! será que procuro, será que encontro, será que aceito... será que me decido e arrisco?
Arrisca querer, arrisca sentir... mas só onde tens (cof cof) uma boa % de sucesso, pelo menos um vislumbre do fim destes paradigmas que te preenchem.

cris disse...

Acho que ( embora não saiba nada..) devias tentar saber, experimentando!
Não vais perder nada,pois nada se perde se não existir.
Mesmo que não dure para sempre, enquanto durar pode ser bom, e depois mesmo que não seja bom; tudo passa...
Arrisca !
A vida é curta demais, acredita em mim.
beij
Cristina

Boo disse...

Eventualmente chegas a uma decisao, o que seria da vida se nao houvessem duvidas?

Lua disse...

E um abracinho apertado, queres? Fica bem.