segunda-feira, 28 de setembro de 2009

Pessoas

Há pessoas que nos surpreendem! Umas pela positiva, outras pela negativa. Às vezes são aqueles que menos conhecemos, com quem menos nos damos, que menos esperamos, que nos oferecem a mão. O pior é quando os que considerávamos "amigos" nos apunhalam nas costas. Já me aconteceu mais que uma vez ter o sangue a correr pelo corpo e nem o sentir. É triste, porque se essas pessoas acham que mais ninguém vê o acto, estão muito enganadas... Não tenho problema em perder "amigos" destes, porque isto não é amizade, e olhem que já "perdi" vários. Até agora, não tenho qualquer arrependimento.

14 comentários:

PsiPages disse...

Como entendo tudo o que escreveste.
E tal como tu, também não sinto qualquer arrependimento!

Beijinhos

cipereira disse...

Nunca sintas problemas em perder pessoas desse género! Só tens a ganhar!

stepmother disse...

Também não tenho qualquer tipo de arrependimento, só pena, muita pena de mim própria porque mais uma vez voltei a confiar e a cair que nem uma pata...
Amigos...poucos, mas muito bons, que é o que se quer.

Jane Doe disse...

Concordo, concordo, concordo taaanto!
O lado positivo? Passamos a saber verdadeiramente com quem lidamos e assim podemos fazer escolhas e precaver-nos.

Beijinho*

Saltos Altos Vermelhos disse...

Esses de certeza que não seriam amigos :P não perdes nada!

Daniela disse...

E eu estou com este texto teu :)

continuando assim... disse...

esses é melhor estarem bem longe!

:)

travellersoul disse...

Eu sei bem o que isso e, mas continuo sem saber muito bem como lidar com a situacao... A dor costuma ser tanta que, ao contrario de ti, fico cheia de problemas com a situacao... Costumo pensar e repensar vezes sem conta o que poderia ter feito diferente. Por isso admiro-te por conseguires virar as costa e seguir em frente tao bem! ;)

Marshmallow disse...

Nas grandes decisões da nossa vida é que se vê quem lá está. Faz parte da apendizagem. Não tenhas medo em ser feliz!

Werinha disse...

Percebo bem o que escreves-te, pensa que não merecem a tua amizade por isso é natural eu diaria até saudavel que não sintas kk arrependimento!***

Werinha disse...

Percebo bem o que escreves-te, pensa que não merecem a tua amizade por isso é natural eu diaria até saudavel que não sintas kk arrependimento!***

canina_pt disse...

Não sei se podes dizer que "perdeste" vários... porque se calhar eles nunca foram "teus amigos"...
Os amigos servem para estarem lá quando precisamos de ajuda...quando não precisamos...e quando temos de levar na cabeça eles dão... os que lá andam só quando tudo corre bem... mais vale a pena não estarem, porque quando está tudo bem é simples ser um amigo ;)

Beijocas miuda :)

Humpfing disse...

Eu tenho muita pena de acabar sempre com muitas poucas pessoas... pergunto-me frequentemente "porquê!?"... Além dos meus Pais e Namorada, tenho muitos conhecidos, um bom amigo desde o meu 7º ano (verdadeiro) e à parte disso, os meus cães. Nem na minha irmã confio! a genética é tramada.
O pior é que já tenho avaliado e pelo que m parece, todos sentimos ter razão, mas factores educacionais ou de química/electric. cerebral fazem-nos responder de formas diferentes. eu gostava que tudo pudesse ser diferente! mas não é... nunca vai ser. e enquanto isso, continuámos a ser parte de Roma, com umas punhaladazitas pelas costas, por um pedaço de nada. Tenho-me perguntado: Pôr um puto neste mundo?! e educá-lo como!? Se se der boa educação e respeito, ele é trocidado pela "sociedade" desfeita. Treiná-lo tipo "Rambo"? ou como um "bom Político"?

eme disse...

Também concordo com todos os comentários que referem que não se trata de perder.Trata-se nitidamente de ganhar, ganhar a certeza de que somos mais fortes e maiores, pois todos os que passam na nossa vida pela negativa, não fazem mais nada além de nos ensinar. Pena a aprendizagem nem sempre ser fácil.
Eu por exemplo acho que nunca aprendo, entrego-me sempre demais...
Parabéns pelo blog! este é também um dos "culpados" pela irresistível vontade que tive em criar o meu