quarta-feira, 26 de janeiro de 2011

A Single Man

Vi este filme num cinema em Paris, em Março do ano passado. Se quiser, até o dia consigo saber, um sábado sem dúvida. Não foi pelas melhores razões e traz memórias...
Quando o vi achei lento mas algo me marcou. Agora que revi, achei a fotografia ainda mais fantástica, os diálogos mais marcantes e a música que não me sai da cabeça... E desta vez a solidão de George passou depressa e só quero ver o filme outra vez...



For the first time in my life I can't see my future. Everyday goes by in a haze, but today I have decided will be different.


A few times in my life I've had moments of absolute clarity, when for a few brief seconds the silence drowns out the noise and I can feel rather than think, and things seem so sharp and the world seems so fresh. I can never make these moments last. I cling to them, but like everything, they fade. I have lived my life on these moments. They pull me back to the present, and I realize that everything is exactly the way it was meant to be.

1 comentário:

up_north disse...

O filme não conheço mas a banda sonora é algo de verdadeiramente espectacular! Vou roubar...