domingo, 20 de fevereiro de 2011

Gymming

Bem, não tenho contado muito das minhas aventuras no ginásio mas a coisa tem corrido bem. Vou no mínimo 3 vezes por semana, tento ir ao yoga ou pilates e nunca estou lá menos de 1h30. Dado que tive aquela dor no pescoço há uns tempos fui a uma sessão (gratuita) para verem coo estava a minha "postura". A verdade é que não estou nada mal, melhor que a maioria segundo o jóve que me avaliou. Contudo, visto que ainda não estou a 100% ele aconselhou-me a fazer um programa para fortalecer as costas (sobretudo a parte superior) para suportar melhor o facto de estar sentada em frente ao PC o dia todo.
Portanto agora vou no mínimo 3 vezes das quais duas tenho um programa de 1h só de pesos. Nos restantes dias faço cardio mas às vezes faço um pouco dos pesos também, tal como nos dias em que faço o programa frequentemente faço um pouco de cardio. A ter em atenção é fazer sempre os pesos antes do cardio para não estar muito cansada.
De todo o programa houve UM dos exercícios que eu não conseguia fazer bem. Basicamente a pessoa põe-se em posição de flexão com dois pesos nas mãos e em vez de ir para baixo e para cima como nas flexões normais, levanta os pesos até ao ombro, como se pode ver na figura:

Ora eu que sou péssima a fazer flexões normais, não me dava nada bem com isto e desiquilibrava-me imenso cada vez que levantava um braço pois não tinha força para me aguentar só no outro. Então decidi começar por fazer com os joelhos no chão, que facilita nas flexões normais e neste caso, para além disso ajudava-me com o equilíbrio.
Hoje decidi tentar sem os joelhos no chão e consegui fazer isto super bem! Fiz dois sets de 12 com uns pesitos de 2kg na boa. Na próxima já aumento para 3kg o segundo set a ver como corre!

OBS: tive de ir ao dicionário fazer a tradução para português de assessment e press-up, isto está bonito está...

2 comentários:

Rafeiro Perfumado disse...

Curiosamente andei este FDS a ver máquinas de exercício para instalar lá em casa. Acabei por comprar um Mars...

Beijoca!

Bárbara Miriam disse...

adorei o post!