domingo, 11 de setembro de 2011

Proms in the Park 2011

Apesar de adoentada, como não consegui encontrar ninguém a quem dar o bilhete tão em cima da hora e visto que não tinha ido a mais nenhum prom não queria falhar este, lá fui com as minhas amigas (e uma dose extra de Lemsip).
O melhor da noite apesar de ter tocado apenas um rapsódia de Liszt:
Lang Lang
Quase faleceu no ano passado mas encantou com um lindíssimo Nessun Dorma
Russell Watson
Adorei, fartei-me de rir a ver o senhor do Animal Hospital que para além de pintor, também canta e toca instrumentos típicos australianos.
Rolf Harris
Não tem má voz mas precisa de se decidir se é uma cantora pop ou se quer tornar-se uma cantora de ópera. Neste momento está num limbo em que na verdade, nada soa bem e só anda é a estragar cancões de outros artistas (como a lindíssima Angel da Sarah McLachlan). Vende discos com base na aparência mas na minha opinião ela precisa é de ganhar uns kilinhos para suportar o instrumento e tornar-se uma verdadeira soprano (neste momento é mezzo-soprano) e esquecer a música pop.
Katherine Jenkins
Não conhecia nenhuma música deles a não ser uma que era uma cover...
Westlife
Apresentado pelo fantástico:
Sir Terry Wogan

1 comentário:

webix disse...

"apenas uma rapsódia de List"

Xau!