domingo, 16 de setembro de 2007

Plantinhas dos horrores

Conforme o meu último post, o tempo para escrever tem sido pouco. Contudo, como agora a minha metade melhor vai voltar ao trabalho, creio que terei mais uns minutitos para escrever. Entretanto deixo aqui umas fotos das mais recentes aquisições, as nossas filhotas carnívoras: a das boquinhas é uma Dionaea Muscipula, a outra é uma Drosera Capensis.


Foram compradas em Aachen e as pobres coitadas resistiram a uma viagem de comboio até Bruxelas e uma viagem de avião no porão (iam dentro de uma caixa de sapatos que ia dentro da minha mala) até Lisboa. Ainda de tiveram de esperar um bocado até voltarem a ver luz porque apanhámos a greve da Groundforce (essa grande companhia que destruiu completamente uma das malas - felizmente não era a que tinha as plantas). Quando sairam cá para fora acho que as ouvi dizer: "Ufa, finalmente". Devem ter andado um bocado aos trambulhões porque tinham terra por todo o lado. Mas agora tão finas. Adoram a minha casinha porque ali à janela apanham montes de sol. Lá se vão alimentando com uns mosquitos e umas mosquitas. Se um dia não ouvirem mais falar de mim, por favor venham a minha casa, há sempre a possibilidade de elas me terem atacado!!

Sem comentários: